Eurocargo: a história do segmento médio 

O Eurocargo já ganhou mais prémios que qualquer outro camião na história do transporte de mercadorias de dimensões médias, tornando-se com o passar dos anos na referência dos veículos comerciais, na sua categoria, na Europa.
O Eurocargo é o digno herdeiro de uma série de modelos que fizeram história neste segmento.
Alguns são anteriores à fundação da Iveco: o primeiro de todos, o OM Lupetto, que nos anos 60 fez com que as mercadorias circulassem numa Itália ainda agrícola, mas que já tinha iniciado o seu caminho para a industrialização e para a modernização. O Lupetto, foi lançado em 1959, marcando o começo do boom económico italiano. Em 1977, o Lupetto passa o testemunho ao Iveco Zeta. Sendo um projecto francamente inovador para aqueles tempos, o Zeta era capaz de satisfazer todas as necessidades do transporte médio/ligeiro, de 25 a 65 quintas.
O passo fundamental para a evolução deste segmento se foi quando em 1987, se introduziu o motor turbo, que quando publicitado se dizia: “TurboZeta. O melhor, melhorado”.
Poucos anos mais tarde chega o Eurocargo: é em 1991 que este novo veículo representa uma verdadeira revolução. A grande qualidade e estandartização dos componentes fizeram possível mais de 500 versões capazes de responder a qualquer missão de transporte.
Em 1992, o Eurocargo ganha o prémio de Truck of the Year, foi o primeiro de muitos numerosos reconhecimentos recebidos pelas publicações do sector.
Até ao seu restyling em 2003 e ao lançamento dos novos motores Euro IV e V em 2006, o Eurocargo chega em 2008 à sua actual versão com uma gama de cabines completamente remodeladas e a um desenho de acordo com o novo sentimento da família Iveco.

Saiba mais

Attenzione, controllare la corretta immissione dei campi segnalati in rosso

Os dados que nos submeteu serão utilizados pela Iveco e sua rede de distribuídores para análise das suas questões. Por favor seleccione a opção consinto/ não consinto ser contactado:




TAG AREA